segunda-feira, 19 de outubro de 2009

ORAÇÃO DE TODOS NÓS


video

Pelos navegantes da terra;
Pelos que lutam pela terra;

Pelos que morrem com menos de vinte e poucos anos;
Pelos PM´s de Cabral;

Pelos que rezam;
Pelos que oram;

Pelos que elevam a aura;
Pelos que positivam a energia;

Pelos atletas olímpicos de 2016;
Pelos boleiros de 2014;

Por aqueles que comem apenas o pão;
Pelos que comungam o mesmo espírito e o mesmo sonho;

Por aqueles que ficam de joelhos;
Pelos que caminham até doer os joelhos;

Por aqueles que tem calos nos pés;
Pelos que dão um passo atrás;

Por aqueles que dão dois pra frente;
Pelos que dão um passo a frente;

Por aqueles que consolidam o passo;
Pelos que tem coragem de dar outro passo;

Pelos que parecem sozinhos;
Por aqueles que mesmo parecendo sozinhos falam auto e firme;

Pelos que fazem opção pela vida;
Por aqueles que defendem a própria vida;

Pelos que deram a vida pela vida;
Pelos que vivem;
Por aqueles que sabem viver;

Por nosso Deus que é "o artista do universo, é a fonte da luz, do ar da cor.
É o som, é a música, é a dança, é o mar jangadeiro e pescador.
É o seio materno sempre fertil, é beleza, é pureza e é calor" *

Axé......



* trecho da música Olha a Glória de Deus Brilhando - Zé Vicente

AS CORRENTES DO ASFALTO




As estradas apontam caminhos que não são sempre aqueles que queremos. Andando pelas cursas inclinadas a caminho de Nova Friburgo, em meio ao pouco menos dos 10% de Mata Atlântica que resta, pensei que os altos dos montes seriam o que precisávamos. Mas as voltas da estrada desviavam os caminhos e continuávamos a cortar os montes.
As estradas e as curvas das estradas me lembram a Caverna de Platão. Não é possível olhar o mundo lá de cima, o mundo real. Olhamos apenas o mundo que está aqui.
O asfalto como correntes que nos prendem ao fundo da caverna.
O resto, fora da estrada é miragem, é sombra.
Ao sair da estrada percebemos as verdades e os caminhos.
Saia da estrada, mas não atreva-se a voltar pra contar aos outros.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

CREDO DOS JOVENS LATINO-AMERICANOS


Cremos que nosso Deus nos chamou para viver na América Latina com a finalidade de construir seu Reino!

Cremos que todos os habitantes da América Latina têm direito de viver com dignidade, com justiça, com paz e com liberdade.

Cremos que todos os Cristos crucificados da América Latina se levantarão ressuscitados e gloriosos através da solidariedade entre nossos povos.

Cremos que podemos viver em comunhão, sem violência, sem guerras e sem opressão.

Cremos que os pobres, os índios, as crianças e os tristes são preferencialmente amados pelo Pai e por isso nos declaramos irmãos deles.

Cremos que cada família de nossa terra precisa viver na fidelidade e na ternura.

Cremos que os jovens latino-americanos não podem viver passivamente suas horas e seus dias, mas que eles devem ser os primeiros cidadãos desta civilização nova.

Cremos que a América Latina pode ser transformar numa grande pátria,do México ao Chile e do Atlântico ao Pacífico, de modo que nossas fronteiras não sejam mais muralhas que nos dividem, mas linhas de encontro fraternal.

Cremos que o Espírito de Deus anima a nossa Igreja que, como grande Povo em Libertação, peregrina neste Continente.

Cremos que Maria, a Mãe de Jesus, nos incentiva a repartir o pão com os famintos e a levantar do chão os humilhados.

Cremos profundamente num céu novo e numa terra nova. E pedimos com insistência que isso se faça logo realidade entre nós.

Amém!

* recebido da lista de e-mails da Pastoral da Juventude do Brasil enviado por Paula Grassi/PJ-RS/Diocese de Caxias do Sul